PROFESSORES DE CONTRA-BAIXO

MARCOS NACARATO EDER LINS

Contrabaixo

O   contrabaixo   ou   rabecão   é um   cordofone   tocado ao friccionar um arco de crina contra as cordas ou ainda pinçando-as com os dedos (pizzicato). Dentre as cordas da   orquestra, é o instrumento maior e de registro mais grave por isso situa-se mais comumente na lateral da orquestra e em quantidades razoáveis.

Suas cordas, da mais aguda à mais grave, possuem a seguinte afinação: Sol2, Re2, La1, Mi1. Há também baixos de cinco cordas, possuindo uma corda mais grave afinada em Do1 (ou, mais raramente, Si-1).

Na orquestra o contrabaixo, pelo seu registro extremamente grave, raramente possui uma função solística. Sua função é principalmente a de preenchimento dos graves e de dar coesão à harmonia. Muitas vezes, são dedicadas ao baixo melodias paralelas à melodia principal.

No   jazz   seu uso rítmico é profundamente explorado, por exemplo, com o   walking bass . Nesse estilo é predominante a técnica do   pizzicato .

Em diversos estilos de música popular do século XX, é comum a utilização do   baixo elétrico   em vez do contrabaixo tradicional.